OBJETIVOS

Missão

“Oferecer educação superior de excelência, propiciando a formação de profissionais de saúde com elevado nível de capacitação e potencial de liderança, com base em preceitos éticos, morais, científicos e humanísticos; formar pesquisadores competentes em seus programas de pós-graduação e produzir pesquisas inovadoras de alta qualidade, com inserção internacional, atentas às necessidades da sociedade.

Visão

“Ser reconhecida nacional e internacionalmente como paradigma de excelência pela qualidade do seu ensino de pós-graduação, pela ética, competência, empreendedorismo e liderança de seus egressos, pela produção científica e pelo impacto social de suas atividades de promoção à saúde da população”.

 

A atuação do Programa de Pós-Graduação em Clínica Cirúrgica está em consonância com o projeto acadêmico do Departamento de Cirurgia e Anatomia (DCA) e da FMRP-USP e suas vinculações com a rede de serviços ambulatoriais e hospitalares da região metropolitana de Ribeirão Preto e do Estado de São Paulo que integram o Sistema Único de Saúde. Nesse contexto nossa missão é fornecer uma direção clara para a pesquisa e a inovação que subsidiem a formação em pós-graduação, mediante exercício das atividades acadêmicas de ensino, pesquisa, extensão e gestão para atender às necessidades de saúde da sociedade, na perspectiva de oferecer lideranças com qualidade profissional, científica, ética e humanística, comprometidas com as políticas públicas de educação, ciência e tecnologia, e saúde. Nesse contexto nossos objetivos são:

  1. Implantar e implantar novos métodos de investigação científica;
  2. Dirimir, quando possível, dúvidas sobre questões científicas não esclarecidas;

3.Divulgar os seus resultados em foros científicos e em publicações em revistas internacionalmente reconhecidos como de excelência;

  1. Disseminar os valores e conhecimento adquiridos no Programa para outras regiões do Brasil, especialmente nos seus lugares mais remotos;
  2. Desenvolver comportamentos de contínua atualização científica com vistas a impulsionar a pesquisa no ensino e na assistência à saúde culminando no aperfeiçoamento de tecnologias ou em práticas clínicas avançadas; 
  3. Capacitar o pesquisador a identificar lacunas no conhecimento e a interpretar criticamente as evidências científicas produzidas;
  4. Induzir a inovação por meio de pesquisas que privilegiem a qualidade da assistência à saúde, a demanda do mercado de trabalho, as políticas públicas, e a interdisciplinaridade